SOBRE A MICROCEFALIA

NossoBlog

18 de novembro de 2014. thais lima de sousa, estudante, que acabara de parir seu bebe, enzo levi lima da costa, na maternidade escola da ufc

13 de janeiro de 2016

SOBRE A MICROCEFALIA |

Ultimamente, a Microcefalia tem se tornado foco de notícias nos meios de comunicação. As pessoas andam preocupadas, principalmente as gestantes. Mas o que vem a ser a Microcefalia?

Quando, por algum motivo, a criança após o nascimento, tem pouco desenvolvimento do crânio comparado ao padrão normal para sua idade, apresentando a circunferência craniana em até 32cm, podemos dizer que a criança possui Microcefalia.

Também conhecida como Nanocefalia, a malformação do crânio, que pode acontecer tanto na fase uterina como após o nascimento, não permite o crescimento do cérebro de forma adequada, impossibilitando o desenvolvimento normal da criança.

A doença tem diversas origens:

  • Malformações do sistema nervoso central da criança;
  • Uso de drogas, álcool e alguns produtos químicos durante a gestação;
  • Desnutrição grave durante a gravidez;
  • Rubéola congênita;
  • Infecções durante a gravidez;
  • Anomalias genéticas;
  • Insuficiência placentária;
  • Fenilcetonúria materna;
  • Diminuição do oxigênio para o cérebro fetal decorrente de complicações na gestação ou no parto;
  • Toxoplasmose congênita;
  • Infecção congênita por citomegalovírus;
  • Infecções intra-craniais (meningite e encefalite);
  • Síndrome de Down;
  • Síndrome de Cornelia de Lange;
  • Síndrome de Cri du chat;
  • Síndrome de Rubinstein-Taybi;
  • Síndrome de Seckel;
  • Síndrome de Smith-Lemli-Opitz;
  • Síndrome de Edwards.

Alguns sintomas que se apresentam: o tamanho da cabeça ser menor que o das crianças com a mesma idade; crescimento abaixo da média; convulsões; atraso mental; hipertonia muscular generalizada e paralisia.

O diagnóstico inicia com a medição do tamanho da cabeça da criança após o nascimento. Atualmente, o Ministério da Saúde tem como referência o tamanho de 32cm para o limite do perímetro cefálico nos casos de microcefalia, o mesmo limite seguido pela Organização Mundial de Saúde. Essa medida leva em consideração uma gestação completa, de nove meses. No caso de bebês prematuros, são observados outros parâmetros para a medição. E durante a gestação, a medição também pode ser feita e comparada com a média, conforme a idade gestacional.

Não há medicamentos que possam auxiliar no desenvolvimento do tamanho normal da cabeça da criança. No entanto, é recomendado fazer acompanhamento com terapias voltadas ao melhoramento das habilidades como fisioterapia, terapia ocupacional e qualquer outra orientada pelo médico.

O Ministério da Saúde declarou estado de emergência em saúde pública, apontando que é atípica a quantidade atual de casos de microcefalia no Brasil, não apresentando literatura científica anterior para esse quadro. O Estado de Pernambuco é que o lidera no registro de ocorrências, 141 casos desde o início de 2015. No Brasil, já são mais de 2.700 suspeitas da doença.

Muitas pesquisas estão sendo feitas para saber se há relação da microcefalia com o Zica vírus, transmitido pelo mosquito Aedes aegypti que também transmite a dengue e a febre chikungunya. A Secretaria de Vigilância à Saúde da Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco afirma não ter dados suficientes que confirmem essa relação. Em Minas Gerais, 30 casos de microcefalia estão sob suspeita de Zica vírus. No Brasil, mais de 130 casos da malformação já confirmam a relação com o Zica.

Também foi verificado se havia relação da microcefalia com a ministração de vacinas vencidas contra rubéola usadas na área Nordeste. No entanto, esse boato foi desmentido e, de acordo com o vice-presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações, Dr Renato Kfouri, nunca se utiliza a vacina contra a rubéola na gestação. O Ministério da Saúde também assegura que todas as vacinas da rede pública são seguras e que não há vínculo com a microcefalia.

microcefalia

Comentários

Desculpe, ainda não temos nenhum comentário.

Easy Life Emergências Médicas © 2016 | Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Sunsystem.